betafly-color.png

Marcas que encantam

Branding é sobre conexão, emoção e diferenciação

O cérebro humano é capaz de tomar cerca de 35 mil decisões por dia, desde as mais simples às mais complexas, segundo estudos publicados pelo The Wall Street Journal.

Algumas delas são deliberadas e conscientes, mas a vasta maioria é feita em diferentes níveis da subconsciência. Sendo assim, boa parte delas são motivadas pelas emoções. Aliás, segundo o pesquisador Christopher J. Anderson, os sentimentos oferecem um modelo de guia para decisões.

As emoções “moldam” e implementam as decisões, e então, fornecem feedback quase imediato, não se tornando mais inesperado, mas antecipado. Posteriormente, acaba se transformando em um fator relevante no processo inicial de formação da decisão.

E qual a ligação dessa constatação científica com o universo de Marcas, principalmente as Marcas Pessoais? Te explico!

Lembre-se da minha Marca!

Vamos fazer um exercício: Quando você pensa em carro, qual Marca surge em sua mente? Pense no segmento de restaurantes, qual se destaca? E quando falamos sobre streamings, qual invade o seu pensamento?

Seu cérebro é tão veloz que automaticamente já seleciona uma Marca associando à pergunta feita. Essa escolha pode até ser motivada pela qualidade do produto ofertado, mas comprovando o que o estudo do The Wall Street Journal apontou, a experiência vivenciada com a Marca e o sentimento gerado a partir disso acabam tendo um peso maior em seu poder de decisão.

Esse é o poder do Branding!

Leia também: https://betafly.com.br/marca-pessoal-como-comecar-a-fazer-seu-branding/: Marcas que encantam

É gerar uma conexão emocional profunda com o seu consumidor ao ponto de fixar-se na mente dele antes de qualquer outro concorrente. É trazer algo a mais em cada ponto de contato com ele, mantendo a coerência e a conexão com os valores e propósitos de Marca.

Branding é sobre conexão, emoção e diferenciação

Para entender melhor sobre esse ponto, é fundamental observarmos como essas ações se moldam na prática. Como exemplo, não podemos deixar de citar a Marca mais famosa do mundo, símbolo de encantamento de clientes e sinônimo de experiências mágicas.

A Disney dispensa apresentações. Há anos é o destino dos sonhos de milhares de crianças – e de adultos também – no mundo. Eles não apenas oferecem uma experiência única, diferenciada e encantadora a quem visita os seus parques, tratando a todos como seus convidados e pensando nos mínimos detalhes, como também trabalha temáticas emocionantes em suas produções. Quem não se emociona com a morte de Mufasa em O Rei Leão, na cena desesperadora de Toy Story 3 ou em outras dezenas de histórias cativantes?

Outro exemplo, agora em terras brasileiras: a Natura. A cada ano, a empresa surpreende com campanhas para lá de envolventes, histórias tocantes e uma sensibilidade singular com o seu público. No último dia dos pais não seria diferente, e assim, pudemos presenciar o emocionante depoimento de Thales Bretas, contanto os desafios de ser pai solo e o preconceito social de um casal homossexual decidir ter filhos.

A diferenciação é fruto da conexão

Os dois exemplos são cases de muito sucesso, pois ampliaram o olhar de Marca para estabelecer uma conexão genuína e honesta com o seu cliente. Esse feito só foi possível quando as Marcas se permitiram conhecer profundamente o mundo deles, entendendo as suas necessidades, desejos, dores e sonhos.

Dessa maneira, eles tocam no mais íntimo do seu cliente, trazendo emoção, humanização e conexão e, assim, conquistaram um elemento fundamental: a diferenciação. Esses princípios são os que devem guiar as estratégias das Marcas Pessoais.

Quando você conhece profundamente a sua persona ideal – gosto de sugerir ao menos três delas -, fica mais fácil e assertivo estabelecer laços emocionais, surpreendê-la e se conectar. Assim, assumindo um lugar especial e marcante na mente dela.

Afinal, não podemos esquecer que Marca Pessoal não é sobre você, mas sobre a sensação e transformação que você gera no outro! E as emoções são as ferramentas fundamentais para isso.

Em nossas mentorias e no nosso Método FLY®️ de Personal Branding, destacamos essa questão para que a sua estratégia de posicionamento e comunicação seja não apenas pensada para este propósito, mas contemple como você pode se tornar uma Marca que encanta, emociona e conecta, e por fim, se diferencia.

Saiba mais em: https://betafly.com.br/pilares-do-metodo-fly/: Marcas que encantam

Te vejo em breve. Um abraço,

Giu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 3 =