betafly-color.png

Manter-se em movimento e buscar a evolução contínua é uma atitude.

1675217290488

Não sou de ficar dizendo que crenças limitantes só existem na sua cabeça. Existem limites na vida.
Para algumas coisas há uma idade mais propícia. E para algumas outras, as supostas limitações são, na verdade, mitos.
Como diferenciar uma da outra?
Geralmente testando.

Uma novidade que me animou imensamente saber: a atividade intelectual atinge plena potência por volta dos 70 anos, quando o cérebro funciona com força total. Se antes o cérebro parecia um depósito com estoque finito, hoje a ciência nos revela que sua plasticidade e capacidade de regeneração vão muito além do que se acreditava.

Com atividade física e mental em dia, podemos seguir muito bem até os 80, 90 anos, nos dizem hoje.
Bem razoável, não acha?

A expressão da plasticidade do cérebro, a nossa Identidade, está em evolução contínua. Ainda que nem tudo seja processo consciente. Se depender da mente sã, temos uma longa estrada funcional pela frente.

Minha experiência pessoal. Recentemente vivi um dos momentos mais marcantes da minha vida: presenciar minha mãe defendendo um mestrado. Aos 72 anos!

Algumas semanas depois era eu quem me formava, como Conselheira do programa ABP-W, da @saintpaulescola. Aos 52 anos.

Vinte anos nos distanciam. Duas mulheres com trajetórias e oportunidades muito distintas. Sem dúvida, tive inúmeros privilégios a mais do que ela, é incomparável.

Cada uma de nós, ao seu modo e com os recursos que tinha, lutou muito para segurar este certificado com essa cara de orgulho que vocês veem nas fotos.

Não somos como marcas de produtos, que dependem de muitos processos para mudar de rumo. Nós, humanos, dormimos e acordamos diferentes em algum aspecto. Todo santo dia!

Envelhecer é inexorável.
Mas manter-se em movimento e buscar a evolução contínua é uma atitude.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × cinco =